3.12.11

A AIDS ESTA NA PISTA!

A cada três dias, o Hospital Estadual Emílio Ribas, referência no atendimento a portadores de HIV na cidade de São Paulo, diagnostica um jovem com AIDS. “Temos percebido na prática clínica o quanto tem aumentado os casos de HIV entre os jovens e o quanto o perfil do doente se modificou”, analisa o infectologista David Uip, diretor do hospital, ligado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.
Ao falar sobre o perfil etário dos pacientes, o médico se refere a jovens com idade entre 15 e 24 anos. “São pessoas bem afeiçoadas, jovens bonitos, fortes, aparentemente esclarecidos. Mas parece que nossos jovens esclarecidos pensam que não vão morrer de AIDS e se arriscam mais”, diz Uip.
No Dia Mundial de Combate à AIDS (1 de dezembro), o Emílio Ribas promoveu nas casas noturnas de são Paulo um alerta sobre a doença voltado justamente para a faixa jovem.
Os porta-vozes da campanha são modelos, homens e mulheres – uma tentativa de promover a ideia de que a aids não esta relacionada à aparência física ou aspecto saudável do indivíduo. No uniforme dos modelos, a mensagem:

"Cuidado com aquilo que deseja… A AIDS esta na pista!"

Ainda com foco no público jovem, o hospital Emílio Ribas inaugurou uma central para testes rápidos de HIV, com resultados em 15 minutos – antes, muitos pacientes demoravam cerca de duas semanas para a retirar o exame. “Qualquer pessoa que vem fazer o teste de HIV fica aflita, por isso tem de haver um acolhimento da nossa parte. E, caso o resultado dê positivo, a atenção deve ser ainda maior. Precisamos encaminhar e acompanhar esse paciente. Daí a importância de um atendimento multidisciplinar”, avalia Uip.

5 comentários:

JUNIOR LOBO TARADO disse...

Concordo com você,sexo só se for com camisinha.

Íntimas Intenções by Anita disse...

O prazer é sempre muito celebrado, mas não podemos deixar de termos responsabilidades, não somente com nossas vidas mas com a de terceiros, por isso camisinha é item obrigatório sempre.
O vírus HIV é real, mata, porém não se pega com um abraço, um gesto de carinho, o preconceito pode matar muito mais.
Ótimo texto, parabéns pela iniciativa.

Anita

Ayesk@ disse...

Excelente postagem!!!
A ruivinha tarda, mas não falta!
Correria de fim de Ano, passando para parabenizá-lo pela postagem e desejar um mega hiper domingo!

Beijos doces carinhosos!



Ayesk@

Dani disse...

Acho que as pessoas relaxaram um pouco com relação à AIDS, por isso a importância de se falar no assunto.
Divulguemos!

beijo rouge

Dani

{Mansinho}_da Loirinha disse...

...MESMO QUASE SEM TEMPO ULTIMAMENTE LI ARTIGOS MARAVILHOSOS LÁ NA "RUIVINHA MILLL" (AYESKA) E COMO BEM DISSE LÁ MEU AMIGO NUNCA É DEMAIS, TODO AVISO DE CUIDADO COM ESTA MALDITA DOENÇA É POUCO....

PARABÉNS PELO POST.... ABÇÃO TRIPLO...