15.12.17

LEITORA CONFESSA: INICIEI MEU MARIDO NA INVERSÃO

Sou casada faz quinze anos com um homem maravilhoso, mas, no sexo, tudo era muito convencional. Eu tenho a fantasia de fazer inversão e gozava muito imaginando eu penetrando o cuzinho dele. Mas a duvida - Como faria para dizer e propor isso a ele? 
Li muito e conversei com algumas pessoas que postavam depoimentos sobre inversão na net. Uma delas escreveu aqui no blog dizendo que o marido era carinhoso, quente e que gostava de ser penetrado por ela! Perguntei a ela, como fazer para convencê-lo? 
Depois de muita conversa e varias dicas consegui! E vou contar para vocês como foi: 
Como já estávamos casados há muito tempo e com muita intimidade... LEIA MAIS AQUI

13.12.17

A PRIMEIRA BUCETINHA AGENTE NUNCA ESQUECE - PARTE 2

CONTINUAÇÃO... Passado algum tempo eles continuavam amantes, mas como Ricardo não conseguia convencer Carla ser "nossa", o jeito foi eu entrar em cena e dar um empurrãozinho!! 
Num desses "happy hours" Carla bebeu além da conta. Ricardo se ofereceu para levá-la para casa. 
- Imagina Ricardo não quero incomodar vocês. Pego um taxi... 
Prontamente respondi:
- Carla aproveite a carona, não há problema, eu vim com meu carro. 
- De jeito algum, não quero atrapalhar vocês.
Enquanto esperávamos os nossos carros Ricardo puxou Carla pela cintura e “tascou” um beijo na boca dela ali na minha frente!
Carla que estava "molinha e facinha" não interrompeu o beijo. Quando terminaram ela me olhou assustada e disse: 
- Carol não sei o que dizer... Desculpa! Exagerei na bebida!  
- Tudo bem Carla... Vem comigo, eu te levo para casa. Precisamos conversar.
No caminho resolvi abrir o jogo:
- Carla, meu marido te adora, fala muito sobre você...Na verdade o que ele sente é muito tesão por você... Eu como boa esposa, não posso e nem quero impedi-lo de ser seu namoradinho.

10.12.17

A PRIMEIRA BUCETINHA AGENTE NUNCA ESQUECE - PARTE 1

Sou casada, vida tranquila, família margarina "papai, mamãe, filhinho, bichinhos..." Sexo bom, mas com vontade de apimentar a relação. Eu como boa cuckquean resolvi realizar uma fantasia que tenho faz tempo: Ver meu marido Ricardo comendo outra mulher. Na verdade um tesão em dobro: Meu e dele! 
Tempos atrás meu marido comentou sobre uma mulher que trabalhava com ele, que às vezes “dava mole” e se eu daria o meu consentimento para ele "investir", sair com ela e quem sabe, comermos a delicinha. Ricardo aos poucos foi alimentando minha fantasia descrevendo os atributos da moça. Carla uma loira, cabelos longos e lisos, olhos verdes, 32 aninhos, 1,65 de altura, coxas grossas, pernas torneadas, bunda linda, seios médios durinhos... Além disso, era discreta e educada. O nosso “sonho de consumo” era perfeito. 
A parte mais complicada da nossa fantasia: Como convencer a gata loira virar namoradinha do Ricardo e Eu, Carol, participar da brincadeira.



9.12.17

CUCKOLD UM ESTILO DE VIDA QUE DÁ MUITO PRAZER!


Já faz algum tempo que o leitores do SeximaginariuM veem curtido as postagens do tema cuckold, com inúmeros comentários. Alguns confessam terem muito tesão de serem cuckold (maridos, esposas e comedores) outros que já são adeptos à pratica ou querem iniciar!
Mas o que é cuckold?
O termo inglês cuckold vem do inglês cuckoo e faz referência à ave enganada pelo cuco, incuba seus ovos e criar seus filhotes. Na verdade é uma prática no qual o marido permite que sua esposa transe com outro homem (amante comedor) na sua frente ou não, mas com seu consentimento. 
Os praticantes do cuckold (marido, esposa e comedor) contam que a mulher atinge alto nível de excitação e prazer ao transar com um estranho com consentimento do marido. E claro, o marido também se excita muito ao ver sua esposa tendo prazer com outro homem.          LEIA MAIS AQUI!

4.12.17

KUNYAZA - A MELHOR SIRIRICA DO MUNDO!


Uma técnica Africana de masturbação feminina desenvolvida em Ruanda, Congo, Uganda e Tanzânia promove os mais poderosos orgasmos femininos - A kunyaza. Originária dos povos Rundi da Ruanda, kunyaza tem dois significados distintos. O primeiro é fazer xixi e o segundo é a ejaculação feminina decorrente da prática. Na kunyaza, a mulher costuma expelir uma grande quantidade de líquidos vaginais, motivo pelo qual o termo deu sinônimo a “sexo molhado”. 
A técnica é considerada uma prática tradicional da Ruanda. Numa pesquisa realizada na África Central, mulheres acima de 70 anos confirmaram que seus avós já usavam a técnica, o que significa que a prática do kunyaza tem no mínimo 150 anos.  Existe o folclore local sobre a origem da técnica. Reza a lenda que uma rainha escolheu um guarda real para “meter” com ela. O cara ficou muito nervoso e broxou. Para não deixá-la na mão ele improvisou uma forma para dar prazer a majestade: Esfregou a cabeça do pau nos grandes e pequenos lábios da buceta e no clitóris Dela!



1.12.17

CASADA SUBMISSA CONFESSA: FOI USADA E DOMINADA PELO DOM

Sou uma mulher de 48 anos, casada há 24 anos, tenho um casal de filhos e resido na zona oeste de São Paulo. É incrível como tomamos atitudes que imaginamos jamais ter coragem... Foi exatamente isso que aconteceu comigo. 
Sempre gostei de ler contos eróticos, especialmente sobre submissão e dominação. Este tema sempre me excitou muito, embora nunca tivesse qualquer experiência sadomasoquista ou D/s. 
Tenho uma vida sexual morna com meu marido. Nada além do “papai-mamãe” bem básico e de vez em quando. Nunca tive coragem de pedir para ele realizar minhas fantasias sexuais, até porque tinha vontade de ser possuída e subjugada por outro homem. 
Com o passar do tempo minhas fantasias tomavam conta da minha mente. O toque dos meus dedos na buceta já não era suficiente para acalmar meu fogo. A vontade de realiza-las tornou-se ainda mais intensa depois de ler um conto “Dominando e Usando Mulheres Casadas". Fiquei muito excitada e meladinha me imaginando no lugar das submissas casadas. O tesão de ser dominada por outro homem se tornou incontrolável.

29.11.17

VOCÊ TROCARIA UMA MULHER POR UMA LOVE DOLL?

Essas bonecas perfeitas são a encarnação moderna das velhas bonecas infláveis. No Japão, o negócio cresceu tanto que até uma revista especializada no tema circula pelo país. Numa dessas publicações, uma reportagem diz que além das vendas crescentes das “love dolls”, inovações incluem aluguel de quartos e serviços de 'acompanhantes', para aqueles que querem transar com as bonecas.
“Eu acho ridícula essa história de boneca. Gosto mesmo é de mulher real”, diz um estudante paulistano de 19 anos. 
“Acho que esses caras precisam de ajuda. Não é normal e nem saudável não interagir com gente de verdade”, diz um analista de sistemas de Santa Catarina, de 24 anos.

26.11.17

CONFESSO QUE DEI O CUZINHO PARA UMA TRAVESTI

...Mês passado minha mulher foi viajar, fiquei sozinho em casa uma semana. Resolvi que ia “matar” saudades das sacanagens com os amigos... Voltando do trabalho, umas 19.00 h, resolvi passar pela av. Republica do Líbano para ver os travestis que trabalham ali na região e, quem sabe, pegar uma delas para me divertir. Passei por uma boneca loira que me chamou a atenção. Dei a volta no quarteirão e parei para falar com ela. Ao se aproximar do carro vi uma verdadeira mulher, alta, loira, de minissaia jeans, pernas lindas e uma rola pequena, mas deliciosa!


17.11.17

FESTINHA QUENTE A TRÊS – SEXO HOT “DE QUEBRAR A CAMA”

Há cerca de três meses Eu e Marisa, minha esposa, fomos à Porto Alegre aproveitar o final de semana na capital gaúcha. Chegamos numa sexta feira à tarde e nos hospedamos em um hotel no bairro Belo Vista. À noite fomos jantar em um restaurante de comida contemporânea muito agradável, bem decorado e aconchegante. Aproveitei que teríamos um final de semana tranquilo na Cidade e liguei para Fernanda “Gaúchinha” uma Garota de Programa linda e gostosa que conhecemos pela internet. Eu estava com péssimas intenções. Além de conhecê-la “ao vivo e a cores”, daria um presente para Marisa – uma noitada de muito sexo Eu, Ela e Fernanda. 

14.11.17

AS FESTAS ANIMADAS RETRATADAS POR TERRY RODGERS

Suas enormes telas retratam festas privadas da alta sociedade americana rodeada de prostitutas de luxo, drogas, corpos sarados e o vazio que esse modelo de vida traz. 
Apreciem suas telas – enquanto arranjamos uma festinha animada como esta!


9.11.17

QUERO VER MINHA ESPOSA DANDO PARA O MEU COMPADRE

Confesso que tinha muita vontade de ver minha esposa fodendo com meu amigo e compadre. Ele ficou viúvo fazia pouco tempo e estava muito "caidinho" precisando de carinho e buceta rsrs. Eu ficava muito excitado imaginando os dois juntos. Nunca tinha comentado essa fantasia com ninguém, nem mesmo com minha esposa.
Um dia tomei coragem, estávamos meio bêbados, contei para ele a minha fantasia: Vê-lo fodendo minha mulher!