2.5.10

MODELOS PLUS-SIZE

Nos anos 1980, ouvi uma explicação do jornalista Paulo Francis sobre a ditadura da magreza, imposta as mulheres pelos estilistas de moda - “Como são todos homossexuais (não foi bem essa a palavra que ele usou) e odeiam mulheres, eles as querem magras, cada vez mais parecidas com os homens”. Não conheço nenhum homem que tenha tesão por uma maneca-herbívora-anoréxica. Aquelas que, além de magrelas, tem cara de pum-fedido!
Pra redenção do mundo dos normais, o "mundinho fashion", aquele que diz a você o que vestir, usar... redimiram as modelos GG Pluz-Size. Na contramão da chamada "ditadura da magreza", revistas como "V Magazine" e a francesa "Elle" publicaram em suas paginas ensaios com o time das modelos Plus -Size, que quebram o rígido padrão de magreza do mundo fashion com seus quilinhos a mais Candice Huffine, Marquita Pring, Michelle Olson, Kasia P. e Tara Lynn.
Para ser uma modelo Pluz-Size não basta estar acima do peso, é preciso unir beleza carisma e ser fotogênica. As modelos afirmam que “os obstáculos são muitos e ter uma boa auto-estima é fundamental. "Independente do seu tamanho, cor, estilo de cabelo, sempre existirá preconceito, mas temos que aprender a superar todas as dificuldades". A modelo Pluz-Size não é uma apologia à obesidade. "Somos gordinhas com saúde".

NO BRASIL

O mercado nacional ainda é incipiente, mas começa a se organizar para atender uma parcela da população com potencial de compra, que busca roupas de qualidade, com cortes atuais e em tamanho maiores - bem diferentes das peças GG que eram vendidas anteriormente, a maioria com cores apagadinhas e modelos extra folgados.
Essa indústria da moda, que prega um conceito de beleza que muitas vezes foge do padrão, não valoriza as mulheres que estão acima do peso. As fabricas de langeries nacionais não dão valor ao corpo da mulher brasileira que é cheio de curvas. Quem tem o quadril largo ou uma barriguinha não compra roupa íntima?
A modelo Flavia Lacerda, de 28 anos, modelo Pluz-Size da agência Elite nos Estados Unidos, sempre foi gordinha, nunca considerou o seu excesso de peso um problema e, por isso, jamais fez regime. Ela também não imaginou que o seu manequim 48 seria fundamental para que fosse descoberta por uma "olheira" e conquistasse o sucesso profissional como modelo de marcas que produzem peças do tamanho G e GG.

18 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Homens não gostam de magrelas e nem de gordas, eles gostam das gostosas... ehehe... E é nessa categoria que essas modelos aí se encaixam... rs

Beijocas

EU SOU NEGUINHA disse...

As mulheres fofinhas,esbanjam sensualidade,charme e beleza..
Concordo com a Dama..
São literalmente gostosas..risos
Beijos em ti
Nega

carol sakurá disse...

Oi,Leo!
Sensualidade vem de dentro pra fora,alheia a forma física.
Arrasou!
Gostosura pura!
Beijos!

Katy disse...

É, mas ainda temos muito o que aprender sobre direitos iguais e deixar o preconceito de lado, não só na teoria, mas na prática do dia a dia...

Ótima semana, Leo.
Beijos.

kalli disse...

Fato que estamos na moda hehehehe :)
E bom d+ saber que vcs tbm aqui nos apoiam :)


Bjmmm

http://belezasemtamanho.blogspot.com

Amélie Bouvié disse...

Que maravilha, e as garotas das fotos são lindas!
Não sou obesa, mas nunca serei magra. Muitos homens gostam de ter onde pegar, fato!
=P

Sentimental ♥ disse...

todas lindas!!!!
pena q a maioria do povo ainda ache q magreza é sinal de beleza.

Persona disse...

Todas MARAVILHOSAS!

AMO modelos plus-size! Espero que a "moda" pegue e agente veja cada vez mais essas meninas nas capas das revistas....

Bjoca!

Diana e Fernando disse...

nem td se resume a meras medidas....
prazer e desejo se medem pela intensidade...
otima postagem!
beijus>)

Branca disse...

Avalio a beleza pelo conjunto da obra, daí tto faz gordo, magro...até pq, o que me atrai mesmo é a conversa rss.

Bjinho e boa semana!

Boris disse...

Eu adoro mulheres com mais "conteúdo".

Dark disse...

Um Sussurro á ti
Grata por tua adorável visita. Estou á lhe observar...
DARK

Capitu disse...

Meus parabéns Leo!

Acaba de falar muito bem das mulheres de "verdade", como tu mesmo disse aqui no blog e um dia desses no msn quando eu estava encanada com meu peso "gordelícia".

Bjs

Gael B. disse...

namorei cinco meses com uma menina mais "cheínha" e ela me ganhou tanto na beleza (sim, era linda!) quanto no sexo e no jeitinho menina de ser.
Fico de cara com essas "formatações" corporais que são quase que impostas pelos meios de comunicação e reproduzidas pela sociedade de um modo geral.
=D
N creio que n linquei sei blog ainda!!!!
Mta burrice minha!
Considere-se linkado!
Excelente espaço esse seu, parabéns!
=D
.
Abraços d'omasturbadorcompulsivo.blogspot!

Transpondo_nus disse...

Leo
Sempre vi muita sensualidade nas mulheres mais cheinhas, ou gordinhas. Acho que elas tem o privilégio de possuir talvez o hormônio da sedução mais acentuado do que o normal ou devido ao bom humor que elas carregam, pois quando querem ser sexy são demais mesmo. Viva essas gordinhas maravilhosas!
Bjux

Helô Müller disse...

As gordinhas "assumidas" são mulheres muito bem resolvidas, e que lidam maravilhosamente bem com a sua sensualidade e sexualidade! ( as que gostam do assunto, obviamente! rs ) Sempre me perguntei o porquê das lingeries serem direcionadas somente às mulheres de corpos deslumbrantes, e juro que se tivesse uma graninha e paciência sobrando, entraria no ramo do comércio, criando uma confecção de lingeries exclusivamente para as mulheres normais, ou seja, com culote, barriguinha, gordurinhas extras, seios grandes, bundas volumosas, e por aí vai... rs A começar pelas manecas escolhidas para posar, já que iriam ser fotografadas com suas limitações à mostra, enfiadas dentro das lingeries apropriadas ao seu caso... Fiz-me entender?? rs ( delírios, puros delírios... rs )
Quanto ao mundo das passarelas, não acredito que aposentem as "magrelas" não!! Pelo simples fato delas poderem se adequar a qq modelo criado pelos designers, tipo assim, um padrão de medidas "universal", que os estilistas se utilizam para as suas criações... mas de qq forma, já considero um avanço, que revistas deste porte, estejam dando ênfase às mulheres mais cheinhas - vulgo "normais"!! rs
Bj, Leo!!
Helô

CasalDejavuSC disse...

Amamos curvas, lindas, muito lindas mesmo...
Beijos Bia...

Giovana Spinelli *Nina Rosa disse...

Gostei do post.
Nem preciso falar que pra tudo deve existir o equilíbrio, e nisso está nem magra demais ,nem gorda demais.
Posso garantir que a Sensualidade,a Vaidade, o Desejo e o sexo bem feito, não depende da balança.
O que faz uma mulher bem resolvida e com todos essas qualidades é a autoestima trabalhada.