29.8.12

A NEOMULHER AMANDA SAMPAIO

Amanda Sampaio será a representante do Estado da Bahia no concurso Miss Bumbum Brasil 2012. De olho no título e na fama que o concurso - que acontece em novembro em São Paulo - pode proporcionar, Amanda revela que começou a pegar mais pesado na malhação nos últimos três meses. "Tenho malhado quatro vezes por semana, por uma hora e meia. Fazendo muitos exercícios para o bumbum", fala ela, acrescentando que também se submete a sessões de drenagem linfática.
 Amanda tem 27 anos e... É transexual. Foram quatro anos de economia até que ela juntasse os US$ 7 mil para fazer a operação de mudança de sexo em Bangoc, na Tailândia, em 2007.
Nascida em Itaberaba, na Bahia, conta que sempre soube que era diferente. Com cerca de 5 anos, idade em que os meninos estão às voltas com bolas e carrinhos, ela brincava de boneca e de casinha e só tinha amiguinhas. “Quando minha mãe estava grávida de mim, queria muito uma menina. Tive a alegria de dar a ela a menina que ela queria”, diz Amanda, que é a caçula de uma família com mais dois irmãos e uma irmã. Com 15 anos revelou que tinha vergonha de ver seu pênis no espelho. “Eu não me via naquele corpo”.
Ela conta que trabalhou como cabeleireira e até fez programas para conseguir o dinheiro. "Não passei dificuldade porque minha mãe me ajudou. Se soubesse (como era boa a sensação pós-cirurgia), tinha feito a operação antes", diz ela que hoje trabalha como gogo girl em uma casa noturna e é gerente de outra, ambas na capital paulista. Amanda namora há dois anos um personal trainer.
Segundo Amanda, o namorado, que ela prefere não identificar, nunca havia se relacionado com um transexual. Ela diz que foram necessários dois meses de namoro até que eles transassem pela primeira vez. "Ele me disse que era mais apertadinho (comparado a relação sexual com outras mulheres)", contou.

 

25.8.12

WEB-ESPECTADORES PARA VOCÊS: @lindylopes

@lindylopes começou a trabalhar como modelo aos 17 anos... "são nove anos de carreira na qual eu me orgulho muito"... 26 anos, paulistana, são paulina, mãe de um menino de 9 anos.

LEO: Você trabalha como stripper?
LINDY LOPES: Não eu não sou stripper, faço ensaios como os que vocês veem em revista como PLAYBOY, etc... Só que via webcam.

LEO: Quem são seus "web-espectadores" e do que eles gostam?
LINDY: São pessoas que gostam mais do que pornografia, eles gostam de arte. É isso que vendo arte, os ensaios são artísticos, com um toque de sensualidade e sexualidade.

LEO: Dia 27 de agosto (das 19:30 às 20:00 hs) estreia seu programa na net - 30 MINUTOS COM LINDY LOPES - fale sobre esse projeto.
LINDY: Eu brinco que esse projeto só tem o nome, porque ainda não sei o que vou abordar rs, mas será um programa de variedades, aceito sugestões, rs.

LEO: E sua relação com a internet (twitter, facebook). Quais os pontos positivos e negativos... Já "rolou" alguma interação mais quente?
LINDY: Ponto positivo é conhecer pessoas bacanas. Os negativos ouvir piadinhas, e cantadas de muito mau gosto. Nunca rolou uma interação, mais quente.

LEO: Você concorda com a frase de Nelson Rodrigues “NEM TODAS AS MULHERES GOSTAM DE APANHAR, SÓ AS NORMAIS”?
LINDY: Tudo depende, de com quem, onde e por que :P

LEO: Sexo bom é...
LINDY: Sexo bom é... Com muito amor, e uns tapinhas também :P

@lindylopes

22.8.12

100 ANOS DO ANJO PORNOGRÁFICO


"Sou um menino que vê o amor pelo buraco da fechadura. Nunca fui outra coisa. Nasci menino, hei de morrer menino. E o buraco da fechadura é, realmente, a minha ótica de ficcionista. Sou (e sempre fui) um anjo pornográfico."


NELSON Falcão RODRIGUES
Recife, 23 de agosto de 1912 - Rio de Janeiro, 21 de dezembro de 1980



"Alguém dirá que A Vida Como Ela é… insiste na tristeza e na abjeção. Talvez, e daí? O homem é triste e repito: – triste do berço ao túmulo, triste da primeira à última lágrima. Nada soa mais falso do que a alegria. Rir num mundo miserável como o nosso é o mesmo que, em pleno velório, acender um cigarro na chama de um círio. Pode-se dizer ainda que é triste A Vida Como Ela é… – porque o homem morre. Que importa tudo o mais, se a morte nos espera em qualquer esquina? Convém não esquecer que o homem é, ao mesmo tempo, o seu próprio cadáver. Hora após hora, dia após dia, ele amadurece para morrer. Há gêneros alegres, eu sei. Fala-se em “teatro para fazer rir”. Mas uma peça que tenha essa destinação específica é tão absurda, obscena, como o seria uma missa cômica. Agora o aspecto da sordidez. Nas abjeções humanas, há ainda a marca da morte. Sim, o homem é sórdido porque morre. No seu ressentimento contra a morte, faz a própria vida com excremento e sangue."
Nelson Rodrigues

Tente manter o sexo próximo do amor
O sexo, na obra de Nelson Rodrigues, é geralmente ponto de partida de tragédia. “O sexo nunca fez um santo. O sexo só faz canalhas”, escreveu. Mas, em 1967, já havia mostrado uma saída para o canalha: “Tudo é falta de amor. [...] As lesões do sentimento, a crueldade. Tudo, tudo falta de amor. [...] E sempre há os que apodrecem em vida porque separaram o sexo e o amor. A toda hora esbarramos com sujeitos que praticam a variedade sexual. Esses vão morrer na mais fria, lívida, espantosa solidão”. Para evitar que o sexo o transforme num personagem rodriguiano, é só se esforçar para não separá-lo do amor. Não é fácil, mas só há vantagem em perder a pecha de canalha. Ser Para Sempre Fiel… está na coletânea de crônicas O Óbvio Ululante (Agir, fora de catálogo, mas facilmente encontrado em sebos)

Nunca coloque em xeque a fidelidade da mulher do seu amigo
Nelson Rodrigues fez questão de mostrar que a delação de uma traição só acaba em tragédia para quem dá o alerta. Em Amigo de Infância, um personagem suspeita da infidelidade da mulher de um amigo e corre a alertar o suposto corno. Quando descobre que a desconfiança tinha fundamento, o corno de fato dá três tiros no cara que só queria que o amigo “não bancasse o palhaço”. Amigo de Infância está na coletânea de contos A Vida Como Ela É (Agir)

Ao antever uma discussão com a mulher, saia pela tangente
É melhor ficar calado do que testar a veracidade dessa máxima de Nelson Rodrigues: “É de fato num bate-boca que nasce na mulher a vontade de trair. Na seguinte discussão, o adultério toma a forma de uma utopia reparadora. [...] Os bate-bocas não passam, e repito: os ba­te-bocas ficam enterrados, na carne e na alma, como sapos de macumba”. (Da coletânea O Óbvio Ululante)

E um alerta sobre o casamento…
“Só um débil mental pode casar-se na presunção de que o casamento é divertido, variado ou simplesmente tolerável. É divertido como um túmulo.” Em Asfalto Selvagem (Agir)



Nelson Rodrigues sempre foi e será lembrando, pricipalmente pelas suas frases de impacto!

- Na 'mulher interessante', a beleza é secundária, irrelevante e, mesmo, indesejável. A beleza interessa nos primeiros quinze dias; e morre, em seguida, num insuportável tédio visual. Era preciso que alguém fosse, de mulher em mulher, anunciando: - 'Ser bonita não interessa. Seja interessante!

- Tudo passa, menos a adúltera. Nos botecos e nos velórios, na esquina e nas farmácias, há sempre alguém falando nas senhoras que traem. O amor bem-sucedido não interessa a ninguém."

- Toda mulher gosta de apanhar”. ... todas as mulheres gostam de apanhar, só as normais, as neuróticas reagem.

- O marido não deve ser o último a saber. O marido não deve saber nunca.

- Toda mulher bonita é um pouco a namorada lésbica de si mesma.

- O biquíni é uma nudez pior do que a nudez.

- Todo ginecologista devia ser casto. O ginecologista devia andar de batina, sandálias e coroinha na cabeça. Como um são Francisco de Assis, com a luva de borracha e um passarinho em cada ombro.

- Não reparem que eu misture os tratamentos de "tu" e "você". Não acredito em brasileiro sem erro de concordância.

- Nossa ficção é cega para o cio nacional. Por exemplo: não há, na obra do Guimarães Rosa, uma só curra.

- Os magros só deviam amar vestidos, e nunca no claro.

- Qualquer menino parece, hoje, um experimentado e perverso anão de 47 anos.

- Morder é tara? Tara é não morder.

- Todo tímido é candidato a um crime sexual.

- Não damos importância ao beijo na boca. E, no entanto, o verdadeiro defloramento é o primeiro beijo na boca.”

- Dinheiro compra tudo, até amor verdadeiro.

- Toda unanimidade é burra.

- O mar tem cheiro de esperma, urina velha e sexo mal lavado.

- Se soubéssemos dos detalhes da vida sexual das pessoas não falaríamos com elas.

18.8.12

CINQUENTA TONS DE CINZA



"— Levante as pernas. — ordena com delicadeza, e obedeço de imediato. — Agora vou começar a foder você, Srta. Steele. — murmura ele, ao posicionar a cabeça de seu pau na entrada do meu sexo. — Com força. — murmura, e me penetra.

— Aai! — grito ao sentir um estranho beliscão lá dentro de mim enquanto ele tira a minha virgindade. Ele fica imóvel, me encarando, os olhos brilhando em êxtase com a vitória. Sua boca está entreaberta, e sua respiração é pesada. Ele geme."


Fenômeno editorial, a trilogia erótica CINQUENTA TONS DE CINZA, primeira obra escrita pela mãe de família inglesa E. L. James, vendeu dez milhões de cópias desde seu lançamento, em março.  
O primeiro livro, que chegou as livrarias brasileiras no mês de agosto, trata da relação sadomasoquista entre uma jovem universitária e um bilionário de 30 anos. Lá fora, a publicação gerou desconforto entre feministas, foi banida de bibliotecas em três estados americanos, porém, aumentou a venda de produtos em sex shops e alimentou grupos de discussão entre mulheres casadas que não têm medo de apimentar sua relação.
As passagens do sexo sadomasoquista temperadas com a paixão que surge entre os dois logo no primeiro encontro conquistaram o público feminino. O livro provocou uma corrida editorial em 37 países. O sucesso repentino surpreendeu a própria autora. "Nem nos meus sonhos mais utópicos imaginei estar entre os mais vendidos do The New York Times", disse ela.
A obra começou de maneira despretensiosa, a partir de um hobby. Há pouco mais de dois anos, Erika, então gerente de produção de uma TV londrina, mãe de dois filhos, passava as tardes em frente ao computador escrevendo histórias apimentadas inspiradas nas aventuras do vampiro Edward e da amada Bella, personagens da saga Crepúsculo. Os contos faziam parte da sua página em um site de fan fiction, modalidade literária na qual fãs postam histórias criadas a partir de livros, filmes e séries de TV.
Ao mesmo tempo em que faz sucesso, a trilogia também levanta polêmica. Algumas rodas de debate da TV americana cogitaram que o fenômeno coloca em xeque as lutas feministas por igualdade, já que a protagonista Ana é totalmente submissa ao amante. Sperry Cezar acredita, entretanto, que essa ideia é machista e equivocada. "É o contrário. É por causa das décadas de feminismo que a mulher do século 21 pode fazer o que quiser, inclusive fantasiar com a submissão", diz. "Os papéis sexuais e sociais não têm de ser necessariamente os mesmos."
Polemicas e discussões a parte CINQUENTA TONS DE CINZA  já é um sucesso de público no Brasil! Para vocês. queridos e diliciosas leitoras do SeximaginariuM dois trecho apimentados do livro.

— Eu sabia que você era inexperiente, mas virgem? (...) Vamos resolver esse problema agora mesmo. (...) Você é uma garota corajosa. Estou impressionado.
As palavras parecem um dispositivo incendiário. Meu sangue arde. Ele se abaixa e beija minha boca delicadamente, depois chupa meu lábio inferior.

— Quero morder esse lábio. — murmura junto da minha boca, e a puxa cuidadosamente com os dentes. Dou um gemido e ele sorri (...).

— Fique quieta — murmura ele, e aí se abaixa e vai me beijando, subindo pela parte interna da coxa, continuando por sobre o fino tecido rendado da calcinha. Ah, não consigo ficar parada. Como posso não me mexer? Contorço-me embaixo dele (...). Ele vai beijando a minha barriga, e enfia a língua em meu umbigo. Continua subindo, beijando meu torso. Minha pele arde. Estou afogueada, com muito calor, muito frio, agarrada ao lençol embaixo de mim. Ele se deita a meu lado, e sua mão vai passeando pelo meu quadril, pela cintura e subindo até meu peito (...).

— Muito bom — sussurra ele em tom de aprovação, e meus mamilos ficam mais duros ainda. Ele chupa delicadamente um enquanto sua mão vai para o outro seio e, com o polegar, rodeia a ponta do mamilo. Gemo, uma sensação doce dentro de mim. Estou muito molhada. Ah, por favor. Imploro silenciosamente, agarrando-me com mais força ao lençol. Seus lábios se fecham em volta do meu outro mamilo, e, quando ele puxa, quase tenho espasmos.

— Vamos ver se podemos fazer você gozar assim — diz ele, continuando o ataque lento e sensual. Meus mamilos suportam o delicioso impacto de seus dedos e seus lábios hábeis, que acendem cada uma de minhas terminações nervosas e fazem meu corpo inteiro cantar com uma doce agonia. Ele simplesmente não para.

— Oh... por favor — imploro, e inclino a cabeça para trás, a boca aberta enquanto gemo, esticando as pernas. Minha nossa, o que está acontecendo comigo? (...).

Seus dentes se cerram em volta do meu mamilo, e ele puxa com força com o polegar e o indicador, e eu desmonto na mão dele, o corpo estremecendo em espasmos e explodindo em mil pedaços. Ele me beija, a língua enfiada na minha boca, absorvendo meus gritos.

Nossa. Foi extraordinário. Agora sei porque o alvoroço todo em torno desse assunto. Ele me olha, um sorriso satisfeito nos lábios (...).

— Você é muito sensível. — suspira ele. — Vai ter que aprender a controlar isso, e agora vai ser muito mais divertido ensinar (...).

— Você está deliciosamente molhada. Eu quero você.

Ele enfia o dedo dentro de mim, e dou um grito quando ele enfia de novo e de novo. Ele manipula meu clitóris, e dou outro grito. Ele mexe o dedo dentro de mim com mais força ainda. Gemo.

De repente, ele se senta na cama, arranca a minha calcinha e a joga no chão. Tira a cueca, e a ereção se revela, livre. Puta merda (...).

Debruça-se, apoiando as mãos de ambos os lados da minha cabeça, de modo que paira sobre mim, olhando-me nos olhos, a mandíbula cerrada, os olhos ardentes. Só agora vejo que ele ainda está de camisa.

— Quer mesmo fazer isso? — pergunta suavemente.

— Por favor. — imploro.

— Levante as pernas. — ordena com delicadeza, e obedeço de imediato. — Agora vou começar a foder você, Srta. Steele. — murmura ele, ao posicionar a cabeça de seu pau na entrada do meu sexo. — Com força. — murmura, e me penetra.

— Aai! — grito ao sentir um estranho beliscão lá dentro de mim enquanto ele tira a minha virgindade. Ele fica imóvel, me encarando, os olhos brilhando em êxtase com a vitória. Sua boca está entreaberta, e sua respiração é pesada. Ele geme.

— Você é muito apertada. Está tudo bem?

Faço que sim, olhos arregalados, segurando os antebraços dele. Sinto-me muito plena. Ele continua parado, deixando que eu me acostume à sensação avassaladora e intrusiva de tê-lo dentro de mim (...).

Ele recua extremamente devagar. E fecha os olhos e geme, e torna a me penetrar. Grito de novo, e ele para.

— Mais? — murmura, a voz rouca.

— Sim. — suspiro.

Ele faz de novo, e torna a parar. Gemo, o corpo aceitando-o... Ah, eu quero isso.

— De novo? — sussurra ele.

_________________________________________________________________

(...) De repente, ele me agarra, me fazendo cair por cima dele. Com um único movimento suave, ele se posiciona de tal maneira que fico com o torso deitado na cama ao seu lado. Ele joga a perna direita por cima das minhas e me prende com o braço, me imobilizando. Ai, porra.

— Coloque as mãos na cabeça. — ordena.

Obedeço na mesma hora.

— Por que estou fazendo isso, Anastasia? — pergunta.

— Porque revirei os olhos para você. — Mal consigo falar.

— Acha que essa é uma atitude educada?

— Não.

— Vai fazer de novo?

— Não.

— Vou lhe dar uma surra toda vez que fizer isso, entendeu?

Muito lentamente, ele abaixa as minhas calças. (...) Merda, será que vai doer?

Ele põe a mão na minha bunda nua, acariciando-me delicadamente, fazendo movimentos circulares com a palma da mão. De repente, retira a mão... e me bate — com força. Ai! Arregalo os olhos reagindo à dor, e tento me levantar, mas ele põe a mão entre as minhas escápulas me forçando para baixo. Torna a acariciar o local onde me bateu, e sua respiração muda — está mais ruidosa, mais forte. Ele me bate de novo e de novo, depressa e sem interrupção. (...) Surge um padrão rítmico: carinho, afago, palmada. Tenho que me concentrar para enfrentar essa dor. Minha cabeça se esvazia enquanto me esforço para absorver aquela agonia. Ele não me bate duas vezes no mesmo lugar — está espalhando a dor.

— Aaai! — grito na décima palmada, e, então, percebo que andei contando mentalmente os golpes.

(...) — Ninguém vai ouvir você, querida, só eu.

(...) Ele continua naquele ritmo implacável. Grito mais seis vezes. Dezoito tapas ao todo. Meu corpo está urrando, urrando por causa desse ataque impiedoso.

— Chega. — sussurra ele asperamente. — Muito bem, Anastasia. Agora vou foder com você.

— Está sentindo? Está vendo quanto o seu corpo gosta disso, Anastasia? Você está toda molhada, só para mim.

— Sim. — É uma súplica. 


11.8.12

ENTREVISTA COM A DELICIOSA @Dandaragaucha

"Aluga-se um corpinho bem conservado com faróis empinados e delicadamente turbinados, com um pouco mais de 1 metro de puro conforto e espaço na porta malas traseiro.Design curvilíneo e moderno, com um motor cheio de potência. Garanto troca de óleo e revisão com um prazo máximo de 2 horas de espera.
Atenção: estou disponível apenas para condutores habilidosos com mulheres e com poder aquisitivo compatível.
PS: Não vendo, não empresto, nem doou. Apenas alugo. Favor não insistir!
"

@Dandaragaucha é gaúcha da fronteira - nasceu em Santana do Livramento - sotaque carregado, adora tradições gauchescas (música, comidas,...). Signo de escorpião, guria simples e de personalidade forte e marcante.
"sou bem desinibida e comunicativa, alguns dizem que sirvo como animação de festas adultas pelo agito que proporciono além do prazer é claro."
Gremista de coração, manequim 40, 1,64 cm, cabelos castanhos claros, olhos castanhos esverdeados, 90 cm de busto, bumbum 102 cm UAU! Uma delicia de mulher que contou seus segredos e aventuras para o SeximaginariuM.

LEO: Ser garota de programa é vocação, diversão ou perversão?
DANDARA: Por vocação? Acredito que todo ser humano tem vocação para o sexo, uns mais outros menos. Por perversão? Não, isso me faz lembrar meu professor (psicólogo) de faculdade falando que quem gosta de suruba é pervertido sexualmente, e eu na aula me sentindo um ET...Por diversão também, mas acredito que ser garota de programa pode ser por diversão ou por necessidade, mas para ter sucesso na “carreira” (durar no mercado mais de três meses com o mesmo nome) é necessária uma junção de fatores como: gostar de diversão, saber lidar com pessoas bem diferentes de nós, ter mente aberta principalmente para o sexo, saber lidar com muito dinheiro e se entregar de verdade para o sexo, curtir realmente.

LEO: Como tudo começou?  
DANDARA: Eu sempre gostei muito, muito de sexo (vocação será?), talvez por ser escorpiana, o signo mais caliente do zodíaco... Quando comecei estava precisando tanto de dinheiro quanto de sexo, apenas juntei o útil ao agradável, experimentei “a lida”, gostei e to curtindo até hoje.

 
"teve um que levou as calçinhas da mulher pra que eu usa-se com ele e enfiava a aliança na minha buceta, e dizia que quando chegasse em casa ia pedir pra esposa beijar a aliança"

LEO: O que "rola" nesse "mundinho" de fantasias sexuais?
DANDARA: Tem de tudo o que você pode ou não imaginar. Desde fantasias muito bizarras, como fantasias banais. Eu não curto fazer coisas muito diferentes, mas já teve pedidos como:
* teve homem que quando saí do banho tinha vestido a minha roupa - calçinha, sutiã, vestido e sapatos;
* teve um que levou as calçinhas da mulher pra que eu usa-se com ele e enfiava a aliança na minha buceta, e dizia que quando chegasse em casa ia pedir pra esposa beijar a aliança;
Enfim, uma infinidade de fantasias...rsrsrsrs.
Quando entramos nesse “mundinho” acabamos ouvindo tanta proposta e pedido diferente que de certa forma vamos acostumando com isso e achando esses pedidos normais

LEO: Você curte sexo com mulheres... Alguma senhora com cara de "caretona" já procurou seus serviços? Conte para nós como foi?
DANDARA: Sim adoro sexo com mulheres, na verdade me considero bissexual, apesar de sentir muito mais atração por mulheres... Já atendi casais que a esposa tinha uma cara de perua metida bem séria, com algumas esposas achei até que nem ia rolar clima, mas no fim deu tudo certo.
Teve um casal que atendi que a mulher era muito metida, bem “caretona” mesmo, ela mal me cumprimentava, simplesmente tirava a roupa deitava na cama me mandava chupar ela por uns 30 minutos aproximadamente, gozava se vestia e ia embora com o marido, sem puxar assunto comigo, no máximo um “tchau” na saída. Muito estranho isso, mas acho que ela gostou de mim, pois saímos várias vezes depois e sempre foi desse jeito, bem fria.

LEO: Por que os homens, mesmo os que têm mulheres lindas e deliciosas procuram garotas de programa?
DANDARA: Por motivos bem diversos, uns gostam de variar “o cardápio” pra se sentirem livres como os solteiros, outros porque a esposa não faz determinada posição ou não gosta de sexo mesmo, outros porque querem inversão e tem vergonha de pedirem isso em casa, há outros que saem comigo e levam as esposas junto porque querem vê-las interagindo com outra mulher, ou eles que querem transar com duas mulheres. Não tem um motivo em específico, mas já saí com mulheres casadas, lindas e gostosas que deixaram o marido em casa porque queriam curtir sozinhas, só pelo tesão egoísta mesmo.

 
"Ele gostam de serem chupados por duas mulheres ao mesmo tempo, e de fazer “trenzinho” que é eu chupando uma menina e o cliente me comendo D4, essas são as posições que eles mais pedem."

LEO: Do que os seus clientes mais gostam: sexo animal, suruba, papai-mamãe, fio terra, inversão...?
DANDARA: Até pelo meu blog ser direcionado a festinhas, os meus clientes gostam muito de sair comigo e outra menina junto, esse tipo de cliente prefere meninas que curtam realmente transar com mulheres, que é o meu caso. Ele gostam de serem chupados por duas mulheres ao mesmo tempo, e de fazer “trenzinho” que é eu chupando uma menina e o cliente me comendo D4, essas são as posições que eles mais pedem.

LEO: Uma pesquisa recente afirma que 80% dos homens querem experimentar algo diferente no Sexo? O que de "mais diferente" pediram para Você?
DANDARA: O algo diferente quando me pedem geralmente é inversão. Mas a situação mais diferente que eu fiz foi transar com o compadre (que deixou sua esposa em casa) + a compadre (que deixou seu marido em casa) + o amigo do compadre + a filha da compadre + a namorada da filha da compadre, todos juntos no mesmo quarto, sendo que eu fiz dupla penetração na comadre junto com o compadre - muito doido esse programa.

LEO: Um programa legal é...
DANDARA: com outras meninas junto.

LEO: Um programa engraçado foi...
DANDARA: De uma pessoa que ficou quase um ano tentando marcar comigo mas não conseguíamos coincidir os horários por que era tarde da noite, como ele ia mudar de cidade resolvi abrir uma exceção e marcamos um encontro no motel, ele chegou bem antes, levou champagne e chocolates, fomos pro banho, ao sair ele foi me chupar e estourou contra a parede uma taça com champagne, os cacos de vidro ficaram cravados no joelho dele, ele ficou furioso porque demorou tanto tempo pra sair comigo quando conseguiu aconteceu isso nos primeiros 10 minutos de encontro. Pedi que ele se acalmasse peguei uma pinça tirei os cacos enrolei um lençol e vamos para o vuco-vuco, transamos dois vezes, ao terminarmos olhei pra cama toda ensanguentada, ele foi pro banho, desmaiou dentro do box, carreguei-o até a cama, fiz um curativo com algodão e fita crepe e ele ainda me deu carona até em casa. Tragédia gozada... Risos.

LEO: Um programa que gosto de lembrar...
DANDARA: com certeza foi uma festa no motel Saara com 15 mulheres e oito homens, muito divertido, chupei 10 mulheres enlouquecidamente, o relato desse programa está no blog em: www.tdsdedandara.blogspot.com

LEO: Um para esquecer...
DANDARA: Não tenho nenhum pra esquecer, todos os programas que fiz foram momentos que curti, uns mais interessantes e prazerosos outros nem tanto.


4.8.12

A VENCEDORA DO SEXIMAGEM LINGERIEDAY É...

@Frannciellyy 1050 votos 


@CoisasdaPimenta 202 votos

 
@PBarrelin 36 votos
@JulianaDanyelle 24 votos
@elaainehale 22 votos
@sweet_lady_jane 21 votos
@ssereja 14 votos
@chay_sorriso 11 votos
@princesafada 9 votos
@charlinemessa 7 votos
@welcomemary 7 votos

1.8.12

LINGERIEDAY - VICE-MINISTRA KARINA BOLAÑOS

A vice-ministra da Juventude da Costa Rica, Karina Bolaños, foi demitida após gravar um vídeo erótico, deitada na cama, de lingerie, se declarando para o AMANTE, vazar na internet.
No vídeo (gravado em 2007) Karina diz sentir falta do AMANTE e que deseja muito e espera ansiosamente.
“Aqui estou sozinha te esperando, te desejando.(...) Sinto sua falta, te amo”, disse Karina vestindo lingerie. “Tudo isso que vê aqui é teu, nada mais do que teu”!
Atualmente Karina Bolaños, 39 anos, é casada com um deputado do seu país.
Após a divulgação do vídeo, o ministro da Cultura da Costa Rica, Manuel Obrégon, disse em comunicado que "as informações que circularam estão estritamente relacionadas à vida privada de Karina e não com seus afazeres como funcionária pública”. No documento ainda, Obrégon disse que emissão da vice-ministra foi formalizada em decreto assinado pela presidente costarriquenha, Laura Chinchilla.