18.6.10

TALKSEXI COM A POMPOARISTA LU RIVA


SEXIMAGINARIUM fez um Talksexi com LU RIVA, professora de Pompoarismo - arte milenar de movimentar os músculos da vagina; e autora do Livro Pompoar: Prazer & Saúde, lançado em abril na Erotika Fair.
A entrevista foi realizada dois dias antes da LU embarcar para Portugal e mostrar para o público do 6. Salão Erótico de Lisboa o conteúdo do seu livro, que traz mais de 70 exercícios práticos de pomporismo com ilustrações, fotos e um diário de treinamento.
Lu Riva tomou contato com essa arte, surgida na Índia há muitos séculos, para tratar suas constantes crises de infecção urinária. “Nenhum médico conseguia localizar a raiz do meu problema. Isso afetava minha vida, já que eu não saía de casa sem meu "kit-doente", e minha vida sexual não existia. Aí passei a pesquisar doenças do trato urinário e entre as soluções estava o pompoarismo”.

Leo: Agora que os leitores do SeximaginariuM já sabem como tudo começou e o que você faz, fale dessa maravilhosa arte que faz as “mocinhas” terem completo controle sobre suas xoxotinhas e, com seus movimentos, enlouquecerem os homens!
Lu Riva: Acredito que o pompoar deve ser mais divulgado, eu percebo que houve uma explosão do que é pompoarismo na década de 1990 o que foi bom e ruim. Bom porque o pompoar foi divulgado e ruim porque muita gente aproveitou e começou a “dar aula" pra 50 até 100 mulheres de uma vez só, vendendo uma palestra como se fosse um curso, o que gerou certo descrédito sobre essa arte.

Leo: Qual o perfil da mulher que procura o pomporismo?
Lu Riva: São sempre mulheres que querem se conhecer melhor, com média de idade de vinte e poucos anos, mas já dei aula para uma aluna de 78 anos.

Leo: 78 anos?
Lu Riva: Sim, 78 anos, ela foi fazer o curso devido à incontinencia urinária. Já dei aula particular para 2 amigas, uma de 60 e outra de 67 anos. Foi o máximo elas ficaram nuas, olhavam a vagina pelo espelho, reconhecendo, se tocando ...foi fantástico.

Leo: Elas buscam técnicas para aprender a “segurar” seu homem de verdade?
Lu Riva: A maioria busca descobrir o que é o prazer. Muitas mulheres têm dificuldade em chegar ao orgasmo. O pompoar também desperta o prazer que está adormecido na mulher, dá mais libido, o homem passa a sentir mais prazer. A mulher consegue fazer vários movimentos com a vagina, e com isso “prende” o homem. Ele só sai de dentro dela se ela deixar!! rsrsr

Leo: Que perigo!
Lu Riva: As mocinhas conseguem fazer "sexo oral" da vagina no pênis, torcer o pênis. Quem tem domínio sobre essa arte pode fazer várias coisas... Só deixar a imaginação correr.

Leo: Algumas mulheres reclamam que perdem a rigidez da musculatura da vagina, isso é verdade?
Lu Riva: Sim, isso ocorre....Na região pélvica a mulher tem o osso pubiano e todo o resto são feiches de músculos que seguram nossa estrutura, com o tempo, ocorrência de gravidez, ou se a mulher levantar muito peso, isso pode ocasionar flacidez na musculatura pélvica.

Leo: E o homem que tem "pau pequeno"...leva vantagem com uma mulher que pratica pomporismo?
Lu Riva: Na verdade para a mulher o tamanho do pênis não influencia muito, o importante não é o tamanho da varinha e sim a mágica que ela faz.

Leo: Será?
Lu Riva: As mulheres não se importam com o tamanho do pênis, inclusive se o pênis for muito grande elas correm! São raras as mulheres que se importam com o tamanho ou grossura.

Leo: As mocinhas reclamam que os meninos não sabem manipular e brincar com a "xoxotinha delas"?
Lu Riva: Sim, elas até falam para que eu desenvolva um cursos para os homens, pois tem homem que não sabe fazer preliminar, brincar, enfim fazer a mulher se excitar.

Leo: Você não tem formação específica na área...nunca teve problemas com médicos, psicólogos, sexólogo?
Lu Riva: Não. Apesar de ser autodidata ganhei o respeito desses profissionais. Um exemplo disso é que meu livro foi prefaciado pelo doutor Celso Marzano que é urologista, sexólogo e professor de medicina.

Leo: E o lançamento do livro Pompoar: Prazer & Saúde em Lisboa...
Lu Riva: Estou muito feliz por ter sido convidada para lançar meu livro no Salão Erotico de Lisboa, é um reconhecimento do meu trabalho.

Leo: O que te broxa no sexo?
Lu Riva: O cara ir com sede demais no pote... o negocio é ir devagar e sempre.

Leo: Uma fantasia
Lu Riva: Sou terrível e muito criativa, junto com meu marido já fizemos muitas coisas, até sexo oral com carro em movimento, é difícil falar de uma fantasia que ainda não tenha feito.

Leo: A melhor transa é...
Lu Riva: aquela que você fica acordada a noite inteira e levanta da cama querendo mais.

Leo: A pior transa foi...
Lu Riva: Quando não rola um clima é melhor nem começar, e quem não sabe brincar não desce pro play...rsrsr

Leo: Sexo tem limites?
Lu Riva: Não, o sexo é algo que não tem limite, tempo ou lugar!

Leo: pesquisa de opinião - O que você acha do SeximaginariuM?
Lu Riva: É um blogue sobre sexo totalmente diferente de qualquer outro que já vi...traz diversas visões sobre o mundo pornô, sexualidade, contos eróticos...

9 comentários:

EU SOU NEGUINHA disse...

Muito bacana a entrevista...
Beijos em ti

Mar... disse...

Leo parabens pela bela matéria...mandou super bem...sou fã da lu ela é ótima...eu também dou ensino essa técnica e é tudo de bom...
É muito legal essas matérias pois dispertam a curiosidade da mulher e as fazem ter coragem de buscar uma vida sexual mais ativa e mais apimentada...
Mandou super bem querido...
Lindo fim de tarde e ótimo final de semana...
Apareça estou com saudades dos seus ótimos comentários...
Álias tem um assunto na última postagem que vou adorar ter seu comentário por lá...apareça...bjs carinhosos...

Lena disse...

Oi, obrigada pela visita ao meu blog, gostei muito so Seximaginarium, vou virar fã e seguidora e colocá-lo na seção BLOGS DELICIOSOS PARA LER, ou quem sabe se é do teu interesse, trocarmos banners, uma parceria.
Mas indo ao que interessa, ainda não tomei a decisão para me tornar uma pompoarista, quem sabe no futuro, é algo bem interessante, pelo que li, aumenta o prazer da mulher consideravelmente, mas tive a felicidade em presenciar shows de pompoarismo em Bangladesh e em outros lugares da Ásia, no Camboja é algo muito comum.
Parabéns pelo blog e pela escolha dos temas!
BJO
Lena

Blog Adm disse...

Perfeito! Já somos parceiros! Teu banner já está lá!
BJOS!

Janaína Pupo disse...

Que demais essa matéria! Ia escrever sobre esse assunto no meu blog, vou indicar o seu... escrevo mais pra frente.
Essa é uma arte bem interessante!

Seu blog é demais, Leo. Adoro!
Beijos querido.

Me permita disse...

Oi, meu caro! Desculpe a demora em visitar-te... Mas, é sempre bom voltar aqui e encontrar posts inspiradores como esse...

Abraço

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Não me lembra de ver essa gata em Lisboa, mas a entrevista está excepcional... eu diria PERFEITA.

Abraços desde Lisboa

Pat. disse...

Querido LEO,

Excelente post e a moça parece conhecer bem mesmo.

Obrigada por teu carinho.
Venho deixar outros beijos!
Bom domingo!

Casal Desiderium disse...

Amei!!!
Adoro o tema, pompoar é isso aí: desvendar o próprio corpo, ter o prazer que ele pode proporcionar e dar-lhe a saúde que merece.
Tão difícil desmistificar...
Ah! Amei o blog, também!
Já estamos entre os seguidores.

Bjs
Lia