8.11.09

UNIBAN E TALEBAN

DÉCIO LENCIONI MACHADO, assessor jurídico da UNIBAN, explicando na FOLHA a decisão da Universidade de expulsar a estudante Geisy Arruda.
FOLHA - Por que a decisão?
MACHADO - Por meio dos depoimentos dos alunos, professores, funcionários e mesmo dela, constatou-se que a postura dela não era adequada há algum tempo. O foco não é o vestido. Tem menina que usa roupas até mais curtas. O foco é a postura, os gestos, o jeito de ela se portar. Ela tinha atitudes insinuastes.
MACHADO - Ela extrapolava, rebolando na rampa, usando roupas que os colegas pudessem verificar suas partes íntimas. Isso tudo foi dito em vários depoimentos e culminou no que ocorreu no dia 22 de outubro. Foi o estopim de uma postura recorrente da aluna.
FOLHA - Por que o anúncio? Não acham que estão expondo a aluna?
MACHADO - A exposição dela vem ocorrendo desde a semana seguinte a 22 de outubro. Ela se utilizou de todos os veículos de comunicação para divulgar [o que aconteceu] e vem declarando que, inclusive, tem interesse em ser atriz. Estamos querendo usar os mesmos veículos, não para expô-la, porque exposta ela já está, mas porque tenho compromisso com 60 mil alunos. Recebemos 4.000 e-mails de alunos, pais, pessoas da comunidade, se queixando da exposição da instituição, em especial do curso de turismo, porque as meninas estavam sendo chamadas de “putas”.
Proibir a BURCA significa esperança para meninas e mulheres que vivem nas periferias das grandes cidades francesas e sofrem todos os dias, assedio por se vestirem como "francesas" isto é, usam SAIA CURTA, JEANS e BLUSAS DECOTADAS.
A violência é imensa, não só verbal, mas estupros e pancadas fazem parte do dia a dia dessas mulheres que habitam a periferia e não se adequam à idéia deturpada e perversa dos homens TALEBANS.

9 comentários:

Jaque disse...

Achei ridícula a decisão da faculdade! É como se eles aplaudissem a atitude dos alunos.

Mas também concordo que a menina está querendo tirar proveito da situação - o que já era óbvio!


Beijos,
Jaque.

pontorouge disse...

Ótimo o paralelo entre a história da UNIBAN e o Taliban. Mas acho que a garota já está querendo se aproveitar da fama repentina.

Por mais de uma semana ela foi figurinha onipresente nos programas de fofoca vespertinos.

OK, o que fizeram com ela foi de uma violência absurda, mas não justifica toda exposição a que ela vem submetendo a instituição. O que a Universidade fez foi preservar seu nome - vai criar polêmica uma vez só.

Quanto a ela - já disse uma vez - daqui a pouco recebe convite para um pornô, fica famosa mais um pouquinho, ganha um dinheirinho e termina feliz (não estou criticando não, tá? é só uma constatação)

beijo rouge

Dani

pontorouge disse...

Ah! Tirou a pimentinha? Agora você é um lobo (mau?).
Gostei!!!

beijo rouge

Dani

Sentimental ♥ disse...

putz, muito tempestade por nada né?
e o cara ainda tem coragem de dar entrevistas.
bjs

carol sakurá disse...

Episódio lamentável!

Fantástica comparação!
Contudo,aguardemos a próximas capas de playboy.
Não é dessa forma que as coisas acabam no Brasil?

Lobo mau?
srrsrrrs

Abs!

Carol Sakurá

Curiosa em Ação disse...

Leo,
ótima tua atenção a respeito do acontecido com essa moça ... Realmente, não entendo o que foi 1aquilo !!! Neste país andamos todos seminus (inclusive aqui no sul, que faz um verão terrível) ... Estou acostumada a ver moças de bermudinhas e saias MUITO curtas pelos ambientes, sem que nada aconteça ... Acho que 'aquilo' tem a ver com uma grande catarse moral coletiva negativa, que se desencadeou em uma instituição onde mais se mostra a loucura social em que vivemos: a escola. A escola produz e reproduz o mais podre de uma sociedade; por isso a moça não foi 'atacada' em outros ambientes - nem mesmo no metrô... Sem emncionar, obviamente, as contradições sociais em que estamos inseridos, onde se usa o corpo da mulher para vender de tudo, mas quando uma delas decide se sentir com mais liberdade com o próprio corpo, leva uma rasteira social ....
Esse é o nosso mundinho ....
Penso que cada um decide como quer se vestir em QUALQUER ambiente ... Há que se usar de bom senso? Sim, mas lembremos que cada um constrói sua própria moral e noção de bom senso .. Nós a construímos socialmente, claro, mas temos uma individualidade que se conserva nesse processo ... Essa idéia de que a universidade teria que estabelecer um padrão de vestimenta é extremamente arbitrária e conservadora .... Realmente não se entende essa reação bizarra de parte dos colegas da moça ... Mas veja, como se diz por aí, um pequeno palito de fósforo pode provocar um grande incêndio ... Talvez um ou dois IDIOTAS tenham acabado por provocar toda a reação da turba ...
inté, Leo ...
bj

Curiosa em Ação disse...

Mais uma coisinha: por que se está criticando o fato da garota querer se promocionar mostrando o corpo? Não é assim que se faz neste mundinho? Por que não questionamos nossos ídolos/artistas (se é q podemos chamá-los assim) que cultuam o corpo para se promover? A Xuxa fez um filme pornô com um menino antes de virar o que ela é hoje: 'a rainha dos baixinhos' ... E tantas pessoas a cultuam e respeitam pelo 'trabalho' que ela faz pelas crianças .... Deixemos de hipocrisia ..........
Como educadora que sou, reitero que o fato não aconteceu por acaso dentro de um ambiente escolar ... A escola é a insttuição que mais mostra o quanto a sociedade desmoronou nos últimos tempos .... Mostra mais que a família, mais que a igreja, mais que o estado ... Na escola, somos o que somos, não é preciso máscaras maiores: tudo é permitido ....

Tâmara disse...

E eeles ainda chamar isso de ETICA!

tenho pena dessa instituição por dois motivo:

primeiro, por não saber educar, ou seja..transformar o que seria tido como fora dos padroes da tal instituição EDUCACIONAL que a meu ver, educa e transforma.

segundo,por expulsar!

me assusto com essa gente que EXPULSA ao invés de TRANSFORMAR!

mas, foda-se!...eu ja tenho um vestidinho rosa!

rs...

beijos!

Lady disse...

kkkkk
você é simplesmente pode e cruel!!
ADOREI!!!
sou sua mais nova seguidora!!