21.6.08

BOLINHAS TAILANDESAS

Quando a mulher está excitada sua vagina fica latejando. Se a excitação for realmente forte o seu ânus também lateja. Esse latejamento é o X da questão na inserção das Bolinhas Tailandesas.
Existem algumas regrinhas:
Manter a excitação clitoriana, paralelamente coloca-se a última das bolinhas na entrada do ânus. De início uma leve pressão contra o cuzinho até "pegar' a sincronia com o latejamento. A introdução perfeita se dá quando a bolinha entra durante o relaxamento total do cuzinho. Durante a contração muscular a bolinha não pode se mover, caso contrário poderá haver algum desconforto, logo, é bom sincronizar as pressões na bolinha com o relaxamento dos anéis, e ai inserir com vigor a bolinha. Isso tem que ser feito rapidamente para que não venha uma nova contração e a bolinha fique preza na entrada. Se isso acontece, empurra-se a esfera imediatamente com o dedo indicador. Uma vez inserida o desconforto é nenhum. Repete-se o procedimento até o todas as bolinhas serem introduzidas.
O manuseio:
Após a introdução das bolinhas, a questão passa a ser como manuseá-las de forma a dar o máximo prazer possível.
Para isso de puxões na argola de todas as formas possíveis: para baixo, para cima, para os lados, rodando e outros. Pode-se também puxar a bolinha até ela quase pular para fora do Cuzinho e depois deixá-la entrar novamente, isso é bem excitante.
A retirada das bolinhas pode ser feita da seguinte forma:
Retirar de uma vez aguardando-se o momento no qual a mocinha está iniciando o orgasmo e ai retra-se todas as esferas bem rapidamente. Retirar aos poucos canculando-se mais ou menos quanto tempo a menina vai levar para ter um orgasmo e vou tirando uma de cada vez de forma que a última saia na hora que ela estiver gozando.
Brinque com cuidado sempre!

Nenhum comentário: